Start Talks 4ª edição - Luiz Quinderé

Atualizado: 7 de Jun de 2018

Start Talks 4ª edição

Na sua 4ª edição, o Start Talks convida Luiz Quinderé, o jovem empreendedor que conquistou o Brasil com o Brownie do Luiz e Caio Miranda, founder e CEO da startup Tech Trash.

Nessa edição teremos dois empreendedores em diferentes momentos com seus respectivos negócios. De um lado, Luiz falará toda a sua experiência e as etapas superadas para alcançar o sucesso. De outro, Caio apontará as maiores dificuldades, erros e aprendizados vividos nos primeiros momentos de uma startup. E claro, como progrediu com seu negócio diante dos obstáculos.

O evento promove uma intensa e descontraída interação entre os participantes e os palestrantes em uma mesa redonda, a qual estará aberta para dúvidas e bate-papo.

Start Talks 4ª edição acontece dia 22 de Agosto no Ibmec Barra às 19h. O evento é aberto ao público com inscrições gratuitas e vagas limitadas. Esperamos alunos, empreendedores, investidores, mentores e todos os apaixonados pelo mundo do empreendedorismo.

Não perca tempo e SE INSCREVA !

Quer saber um pouco mais sobre o Browinie do Luiz e a Tech Trash? Então continue lendo para se inspirar e surpreender com essas histórias.

Brownie do Luiz

Quinderé, assim como muitos adolescentes, levava para a escola como merenda, os brownies que ele mesmo fazia em casa. Os amigos que provavam e aprovavam o doce, o encorajaram para que ele começasse a comercializar aquilo que até então, era apenas um hobby. Luiz começou vendendo o seu brownie aos 15 anos no 1º ano do ensino médio e devido ao grande sucesso, continuou com esse projeto na faculdade. Luiz começou de forma simples e despretensiosa da proporção que seu negócio ia tomar.   

Após 6 anos de trabalho, o Brownie do Luiz já era reconhecido e recomendado em diferentes eventos e lojas, que muitas vezes, compravam em grande quantidade para revender.

Um dos momentos mais importantes do seu negócio foi o convite para participar do programa Mais Você, na Rede Globo, o qual Luiz preparou sua receita ao lado da apresentadora Ana Maria Braga.

Após essa oportunidade, Luiz percebeu a necessidade de aumentar a sua produção e consequentemente a sua equipe e local de trabalho, mudando-se para uma cozinha industrial.

Hoje a marca está presente em mais de 100 pontos de venda cariocas e 4 lojas próprias, além da venda online.

Resultado de tudo isso? Uma fábrica que produz mais de 10 toneladas de produtos por mês e um jovem empreendedor que fatura mais de 2 milhões de reais.

Inovar? Sempre!

E como um bom empreendedor, Luiz sempre vê uma maneira de melhorar e principalmente inovar seu negócio. Enxergando oportunidade nos contratempos diários, Luiz pensou na solução para toda a sobras ou casquinhas crocantes que ficavam grudadas no tabuleiro. Todas era consequentemente desperdiçadas ao serem jogadas no lixo. Quinderé foi além aproveitando ainda, as latas de achocolatados usados como embalagem para o seu novo produto: Veneno da Lata. Essas bordinhas crocantes ganharam os consumidores, fazendo desse produto, o favorito inesperado, como o Luiz gosta de chamar.

Claro que as inovações não poderiam parar. Além dos seus seis diferentes brownies, Quinderé apostou em uma receita muito especial. Para a felicidade dos veganos, Luiz, juntamente com a Bela Gil, criou um brownie orgânico, vegano e 100% sustentável.  Sua linha de produtos já conta com picolés e variações das suas invenções. E sabe o melhor? O Brownie do Luiz parece estar em uma contínua fase de crescimento.

Olhando para tudo isso fica difícil imaginar que tudo começou com o próprio Luiz fazendo as entregas de skate pela Gávea, não é mesmo? Mas o mundo do empreendedorismo e startups nos surpreende, nos emociona e nos inspira a cada dia com histórias como essa.

A Tech Trash

Tech Trash, é uma das nossas startups aceleradas. Caio Miranda, founder e CEO da Tech Trash, é formado em Geografia e pós-graduado em Meio Ambiente. Caio sempre teve o interesse e preocupação com o descarte indevido do lixo e as suas consequências. Como um empreendedor visionário, resolveu fazer desse descuido da população, o seu negócio.

A necessidade de uma solução para um problema existente e a oportunidade de realiza-la se complementam quando pensamos em empreendedorismo. Com a Tech Trash não foi diferente. Com o intuito de despertar o cuidado com o meio ambiente e a consciência ecológica na população, Caio espera lotar seus coletores de descartes que estão espalhados pelo Rio.

Recentemente fizemos uma matéria sobre a Tech Trash com detalhes sobre a startup e divulgamos, orgulhosos, mais uma conquista. A Tech Trash foi selecionada para participar da Web Summit, o maior evento de empreendedorismo e tecnologia da Europa.

Acesse a matéria e saiba mais sobre essa startup e o evento tão almejado pelos empreendedores de plantão.


22 visualizações
whatsapp (4).png